Assinatura RSS

Arquivo da tag: conhecimento

Micro-ondas estraga tudo!

Publicado em

Duas coisas sobre esse título:
1. Não, eu não acho que ele estrague tudo. Pelo contrário, as vezes me salva!
2. Micro-ondas se escreve assim depois do acordo ortográfico, assim como mussarela agora se grafa MUÇARELA ( e não adianta chorar).

Esse título aí em cima é o mesmo de um vídeo muito legal, mostrando como alguns alimentos (e outros objetos como cd e sabonete) se comportam dentro do micro-ondas.
Achei muito interessante porque conheço gente que já tentou o ovo cru (!) e nem vou dizer o que aconteceu. Apenas assistam o vídeo… haha

Assistindo você também vai descobrir porque os fabricantes de micro-ondas insistem tanto para que não se coloque nada refletivo (talheres, coisas douradas/prateadas, papel alumínio, CD!! hehe) no seu interior.
Enfim, já falei demais, bora assistir:

P.S.: Desculpem a minha total ausência e falta de consideração com vocês leitores durante esse período de férias. Acredito que agora voltarei à rotina de posts.
E muito obrigada por continuarem voltando! SEUS LINDOS!

P.S.2: Esse vídeo eu vi no blog Prato Fundo.

Dia de Reis na França – Épiphanie e Galette des Rois

Publicado em

Galette des Rois ou Torta de Reis

Oi gente!

Hoje é “comemorado” (na verdade acho que ninguém comemora) o Dia de Reis. Mas não quero falar sobre isso, quero falar sobre L’Épiphanie – como é chamado o dia de Reis na França.

Teoricamente seria um dia para “celebrar” a visita dos reis Magos a Jesus, mas na verdade é uma festa adaptada de tradições pagãs, romanas. Essa festa deriva da festa pagã da Saturnália, que acontecia entre os romanos no mês de dezembro, tradição que também levou a igreja antiga a assumir dia 24 de dezembro como data oficial para o nascimento de Jesus (o nascimento verdadeiro de Jesus não foi em dezembro pois nessa época é inverno e o frio é muito rigoroso, mas isso vocês podem pesquisar depois ;))

Enfim, nesse dia também é tradição francesa comer La galette des Rois (ou Gateau des Rois) – torta/bolo de Reis. Ela possui muitas variações, mas geralmente é feita de massa folhada, coberta com geléia ou cremes (de amêndoas, de chocolate, etc).
A história da origem dessa torta é um pouco controversa, mas resumindo, escondia-se uma fava de feijão dentro da torta e quem encontrasse seria nomeado “Rois du jour“, ou rei por um dia, e teria seus desejos atendidos. A tradição foi mudando com o tempo e se popularizando, as favas foram trocadas por jóias e objetos de porcelana, e hoje são mais comuns os objetos de plástico. As tortas são comercializadas junto com coroas de papel.

Muito interessante a historinha, né?

E aí, vamos fazer uma torta com coisinhas escondidas?

Beijos!

P.S.: Esse post foi um oferecimento da minha cunhadinha Priscila, que passou o dia de Reis na França e me mandou a fotinho.

Dicas para sua ceia: como calcular as quantidades por pessoa!

Publicado em

Oi gente!

Muita gente tem essa dúvida e resolvi ajudá-los. Não é uma conta exata, varia muito de família para família (visto que algumas pessoas não comem carne, e outras comem até demais… )

- Na nossa família calculamos 10Kg de comida por pessoa. Risos.

Esse cálculo serve para outras ocasiões, como churrascos e festas em geral.

Refrigerante:
Você pode calcular 600ml a 800ml, mais ou menos, para cada um. Como geralmente a festa é demorada, a gente vai tomando ao longo da noite.  Parece muito, mas são aproximadamente 3-4 copos de refrigerante por pessoa. (Só eu tomo uns 6, mas SÓ DEUS PODE ME JULGAR).

Carnes:
Calcule mais ou menos 300g por pessoa. Isso também serve para churrascos.  Se só houver um tipo de carne acredito que você possa calcular uns 250g (isso porque quando há vários tipos a gente sempre quer experimentar um pouco de cada e acaba comendo mais).

Arroz:
O ideal é uma xícara de café por pessoa. Essa medida sempre dá certo, mesmo para o dia a dia.

Salada verde:
É difícil medir pois cada um come um tanto. O ideal é você deixar as verduras lavadas, sem tempero em uma travessa, ir abastecendo-a aos poucos (conforme a necessidade) e deixar o molho à parte. Assim se sobrar você pode guardar na geladeira e consumir nos próximos dias.

Bom, acho que esse é o básico. Qualquer dúvida me escrevam ;)

Como é na sua casa? Essa conta funciona?

Beijos e boas festas!!

A melhor receita de cupcake do mundo (dentre as que eu já testei)

Publicado em

Oi gente!

Como eu tinha prometido há muuuuuuuuito tempo atrás, finalmente vou dar a receita de cupcake que eu falei pra vocês. Quem me passou foi minha nova prima, Nori. Ela é da Hungria e casou com meu primo em setembro, e eu ajudei a organizar o chá de cozinha e a festa de casamento.

Essa receita, se não me engano, é da Inglaterra, então por aí você já vê como minha família é internacional (vide minha prima na Suíça). Não coloquei receita de cobertura porque você pode usar a que quiser. Da última vez nem fiz cobertura, só coloquei uma geléia de morango caseira num potinho e servi junto (os bolinhos eram de baunilha com chocolate).

Por que essa receita é a melhor?
Porque as medidas dela são variáveis (você pode adaptar de acordo com a quantidade de cupcakes que você quiser) e porque ela é básica. Você pode colocar o sabor que quiser! Já fiz estilo Red Velvet, com damascos, formigueiro, baunilha, chocolate… Ah, e nunca dá errado!!

Já fiz várias vezes, essa aqui embaixo foi no chá de bebê do meu sobrinho:

cupcakes chá de bebê

Cupcakes temáticos de futebol americano

Vamos ao que interessa?
Antes, só uma curiosidade: quando os bolinhos não tem cobertura são chamados de muffins, quando tem cobertura e recheio são chamados de cupcakes (como um mini bolo de aniversário).

Ingredientes:
(As medidas em “partes” querem dizer que se você usar 100g de manteiga deve usar 300g de farinha, 200ml de leite, etc…)
3 partes farinha
1 parte de manteiga (ou margarina)
2 partes açúcar
2 partes leite
1 ovo*
1 colher de fermento em pó**
1 pitada de sal

Modo de fazer:
Você pode simplesmente misturar tudo e deixar o fermento para o final, ou misturar os ovos e o açúcar, depois o restante… Ou seja, faça do jeito que estiver acostumada. Da última vez eu bati a manteiga com os ovos e o açúcar e depois fui acrescentando o leite e farinha aos poucos.
Dependendo do que você colocar de recheio a massa pode ficar muito seca ou muito úmida, daí você equilibra os ingredientes (farinha e leite) de acordo com a umidade da massa.

* Um ovo pesa em média 50g (daí pra receita com 100g de manteiga, use 2 ovos)
** Usei uma colher de sopa.

Comendo na Suíça

Publicado em

Comendo raclette na casa da prima

Oi gente!

Desculpem a demora em escrever, mas a reforma aqui ainda não acabou. Nesse exato momento há uma BETONEIRA embaixo da minha janela. haha (vamos rir pra não chorar)
De qualquer forma, estou muito feliz com a reforma e não vou reclamar nem do barulho, nem da sujeira, nem dos milhões que estou gastando (exagerada), porque no fim vai ser para melhor e eu esperei muito por essa reforma. Como tudo na vida, há um processo que precisa ser seguido e não pode ser evitado. Então, que venham as betoneiras, caçambas e afins.

Hoje vou falar sobre o que comemos na Suíça.
Fomos para lá por um fim de semana, na casa do meus parentes suíços! Que chique! Hahaha
Tenho uma prima (Carol, essa da foto) que casou com um suíço (Stefan, também na foto). A familia dele é muito legal e parecida com a nossa aqui. Ficamos uma noite em Zug ( na casa do irmão dele, esposa e 4 filhos!), tomamos café na casa de outro irmão dele e depois seguimos para St. Gallen, onde meus primos vivem.

O país é maravilhoso, com suas montanhas, lagos e tudo o mais. A cultura é um caso à parte. Com toda essa beleza o que mais me chamou a atenção foi que as pessoas atravessam a rua sem olhar! haha
É verdade! Os motoristas são tão educados que se você demonstrar INTENÇÃO de atravessar a rua, eles param imediatamente! Incrível.

Outra coisa legal e que eu não podia imaginar é que há uma lei sobre as árvores e plantações. Explico: Se há uma macieira próximo à rua, você POR LEI pode pegar UMA MAÇÃ. Se quiser mais de uma você é obrigado a pagar, mas a primeira é grátis. NÃO É FANTÁSTICO QUE HAJA UMA LEI DESSAS? hahaha
Isso se deve porque há muitas plantações abertas, sem cerca nem nada. Daí tem uma caixinha, tipo de correio, onde VOCÊ MESMO COLOCA O DINHEIRO EQUIVALENTE ÀQUILO QUE VOCÊ ESTÁ LEVANDO.
GENTEEE, PARA TUDO!! ONDE NO MUNDO AS PESSOAS CONFIAM TANTO EM VOCÊ??
Bom, na Suíça!

Outra coisa muuuuuuuito legal é que quando chegam as épocas de chuva, começam a nascer cogumelos no pé das montanhas, onde há vegetação. Daí você pode colher, levar para sua casa e comê-los!! GENTE, ONDE NO MUNDO VOCÊ PODE COLHER SEUS PRÓPRIOS COGUMELOS?!?!?!
Tá, já sei, na Suíça outra vez…

Procurando cogumelos

TEM UM PORÉM: antes de comer seus cogumelos você deve levá-los ao CONTROLADOR DE COGUMELOS!
VOCÊS SABIAM QUE EXISTIA ESSA PROFISSÃO?? Adorei. haha

Cogumelos que colhi

Devo ressaltar que não era ainda a época de cogumelos e estava uma chuva torrencial. Daí foi só o que conseguimos colher e, mesmo assim, só 3 eram comestíveis! hahahaha
Os outros não eram venenosos, mas não eram “agradáveis” para comer.

Enfim, fora os cogumelos você pode comer DERIVADOS DO LEITE. Se tem uma coisa que esse povo gosta, é leite. Muito queijo, muito chocolate e até refrigerante feito de leite. Não acredita?? Esse é o Rivella:

Um refrigerante feito com soro de leite. ELES NÃO DESPERDIÇAM NENHUMA PARTE DO LEITE! O Rivella tem um gosto parecido com o de Tubaína. Eu gostei! Até trouxe UM ENGRADADO pra casa.

Outra coisa muuuito boa de se comer lá é queijo. Tem de tudo quanto é tipo, para todas as formas de preparo. Os pratos mais famosos são: o nosso já conhecido fondue e a raclette. Raclette na verdade é o nome do queijo que se usa. É um tipo especial, diferente do que costumamos usar aqui (geralmente nas raclettes aqui usamos vários tipos de queijo). Tem umas empresas que vendem queijo raclette pela internet, aqui no Brasil.

Na Raclette usa-se batata ( outra coisa que come-se muuuuito na Europa) cozida, carnes picadas (linguiça, frango, filé), cogumelos, legumes, atum, o que você gostar. Ah, e não pode faltar o tradicional AROMAT, um tempero pronto que dá pra usar em quase tudo ( e fica uma delícia no ovo quente). Daí você coloca o queijo numa mini-panelinha e põe no grill de raclette pra derreter. Depois joga por cima da batata e meu Deus, estou ficando com fome…

Eu gostei muito de raclette. Nunca tinha comido e achei bem melhor que o fondue porque você não come só queijo, também tem outras várias coisinhas.

E vocês, já foram pra Suíça? Têm vontade?

Beijos!

Comendo em Paris!

Publicado em

Oi gente!

Tenho aparecido pouco por aqui, né? Me desculpem, mas estamos reformando a casa e hoje, por exemplo, estou escrevendo enquanto espero entregarem o piso! Imagina a bagunça!

Enfim, sobre a viagem:

Em Paris come-se muuuuito bem! Todos os restaurantes e tudo o que comemos estava maravilhoso! É um pouco caro comer sempre em restaurantes (meu marido não abria mão de comer comida), mas há outras opções como os lanches (baguettes) das padarias.
Uma dica para economizar com bebidas, já que lá um refrigerante sai quase DOZE REAIS (!!!) é pedir “une carrafe d’eau” (lê-se “une carráfe dô”) ou, em inglês, “tap water” = água da torneira. ELES NÃO COBRAM (mas ninguém no restaurante vai te avisar que você tem essa opção! Tipo, se você pedir uma água eles trarão a de garrafa e, claro, a mais cara) ;)
Ah, a água de garrafa lá é bem ruim =P  Tem um gostinho meio salgado… A água de torneira é melhor.

Assim você não morre de desidratação e nem fica pobre! Olha que dica boa! haha

Outra boa dica é pedir algum prato do menu du jour (fala-se mení du jurrrr = especiais do dia). Todo restaurante tem e geralmente sai mais em conta. Eles oferecem sugestões de entrada, prato principal e sobremesa, daí geralmente tem um preço mais amigo se você escolher só 2 pratos (entrada+prato principal OU prato principal+sobremesa). Se você estiver acompanhado é legal cada um pedir um, pois acho que ninguém consegue comer entrada+prato+sobremesa! Daí se você pedir entrada+prato e a outra pessoa pedir prato+sobremesa vocês podem dividir. AO MESMO TEMPO ROMÂNTICO E ECONÔMICO!! HAHAHA

Não sei se deu pra entender o espírito dessa dica, mas foi o melhor que consegui explicar! haha
O menu du jour sai, em média, de €10 a €15 por pessoa, o que vai dar entre 20 e 30 reais. Não é baratíssimo mas POXA, não vai ser mão de vaca logo em Paris, né? Deixa pra economizar quando voltar! haha

Vamos às fotos (algumas não estão muito boas porque tirei com o celular) mas antes, dá o play na música:

Croque Monsieur - tipo um misto quente com um creme de queijo por cima... très bon!

Croque Madame - um croque monsieur com um ovo em cima (não sei porque esse é o madame, já que acho que agrada mais aos homens que às mulheres...)

Quiche de legumes

Cordeiro

Pato com cenouras e ervilhas

Steak au poivre

Queijo em forma de torre eiffel! Não é muito fofinho?!

Sorvete delicioso da Amorino!! Outro muito bom é da Berthillon!! O primeiro eu amei porque eles modelam a massa em formato de flor. O segundo é da família Berthillon, feito há anos da mesma maneira, bem natural. Ambos DELICIOSOS!

Les Deux Moulins - restaurante do filme da Amélie Poulain <3 (é legal pra tirar foto mas é bem caro e o cardápio não me apeteceu... acabamos indo em outro restaurante!)

Olha essas tortas!!!! :,-) Que emoção

Crème brûlée - quidiliçaaa!!! Amei! E claro, fiz igual à Amélie Poulain e quebrei a casquinha com a colher *-*

Os famosos macarons da famosa casa de chá Ladurée. Dizem que eram os favoritos de Maria Antonieta. Na minha opinião são muito doces mas né, TEM QUE EXPERIMENTAR!

Religieuse - duas carolinas (uma maior embaixo) recheadas com cremes de sabores variados. O formato lembra uma igreja, por isso o nome. Esse aí era de violeta. Gostoso, mas achei muito doce.

Aqui vão algumas dicas de nomes de comidas, como eu fiz daquela vez com os nomes em espanhol, pra você não ficar tão perdido nos restaurantes, já que às vezes a pessoa não sabe bem explicar o nome do prato.

PEQUENO DICIONÁRIO NATALYNO DE COMIDAS EM FRANCÊS:

Agneau: cordeiro
Poisson: Peixe
Canard: Pato
Poulet: Frango/Galinha
Steak: Filé
Viande: carne
Carrotes: Cenoura
Pommes de terre: batata

Se quiserem mais dicas, mandem por email ou deixem as perguntas nos comentários porque o que eu souber eu respondo pra vocês ;)

Bjos!

O que é: Flor de sal

Publicado em

Flor de Sal

Oi gente!!

Eu ando sumida mas não deixem de me amar!! Estava trabalhando muito e agora estou arrumando as coisas para viajar. *TODAS CHORAM DE EMOÇÃO*

Vou ficar um mês (!!!) fora, então aguardem pois trarei muuuitas novidades ;)
Alguém adivinha para onde vou?

Voltando ao assunto principal:

Agora que tenho este blog que vos fala (vos escreve) as pessoas (leia-se basicamente minha família e amigos) vivem me cobrando informações sobre as últimas novidades da gastronomia: novos produtos, restaurantes, comidas exóticas (me recuso!!) e etc…
Devido a essa COBRANÇA (haha) já me aventurei com as ervas de provence, o tal alho negro (faltou tempo para discorrer sobre o assunto, mas logo o farei), os atuais cupcakes, YOU NAME IT! Minha última aquisição foi a tal flor de sal, tão citada em sites de gastronomia como uma iguaria comparada ao caviar (li isso em algum lugar…).

Na minha ida semanal à quitanda encontrei o tal produto e decidi que NECESSITAVA daquilo para seguir minha vida*. [*NOTA DA EDITORA: Nataly é extremamente dramática]

A Flor de sal é constituída pelos cristais de sal que se formam à superfície da água, durante a produção de sal marinho em salinas.
Fonte: Wikipedia

Pois bem. Gastei um valor que meu marido não pode saber, por isso vou escrever em enigma: rsjhgrtrintareaishjshae.

Eu e meu marido estávamos nos achando muito chiques de ter TAL IGUARIA em nossa humilde residência. Abrimos o potinho para experimentar e voilà! Achamos bem sem graça… hahahaha

Sério gente… Não vi esse glamour todo não. Juro pra vocês que o gosto de “violetas” não passou nem perto das minhas humildes papilinhas =[
E nem adianta dizer que meu sal era de segunda mão porque comprei o original flor de sal de  Guérande, que é (dizem) a tradicional.

Depois disso coloquei na salada e em várias preparações e ainda não achei a graça…

Vocês já experimentaram?? O que acharam?

Beijos!